Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

Orlando, Virginia Woolf

18.04.12

woolf_orlando.jpg

Orlando, publicado em 1928 é considerado um clássico do feminismo e baseia-se, parcialmente, na vida íntima da amiga e amante de Woolf, Vita Sackville-West. 

Orlando é escrito como biografia da personagem com o mesmo nome. A narrativa foge um pouco do estilo de escrita de Virginia Woolf, no sentido em que não saltamos de consciência em consciência entre as várias personagens. 

Orlando tem a peculiaridade de ser imortal ou pelo menos, de viver o suficiente para acompanhar dois séculos de história - História de Inglaterra. Orlando nasce como homem e assim é até aos seus trinta anos, altura porém, em que se torna mulher da noite para o dia, depois de um estranho sono prolongado. É imensamente interessante o paralelismo e pensamentos e sentimentos antagónicos entre o Orlando-homem e o Orlando-mulher. 

Ao longo da narrativa, há muitas críticas e teorias acerca da escrita, do que é escrever, de quem são os escritores e poetas e das ilusões que criamos a seu respeito. 

Não posso dizer que tenha gostado tanto deste romance como dos outros que já li da autora. Aliás, em termos de expectativas este ficou muito aquém de uma "Mrs. Dalloway" ou "As Ondas". Gosto mais da escrita de Woolf quando vagueia pelos pensamentos das suas personagens. Aqui em Orlando, apreciei, todavia, o discurso que o narrador (biógrafo) estabelece directamente com o leitor. 

bertrand.jpg