Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

Frankenstein, Mary Wollstonecraft Shelley (1818)

Ficção - Horror/Gótico - Clássicos

26.01.20 | L.F. Madeira

Screen-Shot-2017-07-27-at-2.20.12-PM.png

Já conhecia os personagens deste épico da literatura, mas foi após ver a série Penny Dreadful que tomei a resolução de ler esta narrativa quase poética sobre a existência humana escrita pela pioneira Mary Shelley. Este livro tem uma beleza intrínseca e uma humanidade latente. 

Mary Shelley criou este prodígio literário num momento de ócio entre amigos (entre eles Lord Byron, criador do desafio) que se viram confinados a quatro paredes em razão da forte chuva que os impedia de aproveitar as paisagens bucólicas de Genebra. Assim surgiu Frankenstein, em 1818, pelas mãos da jovem de 23 anos. Mary Shelley era uma excepção à época, - aliás, contam-se pelos dedos das mãos as escritoras mulheres que conseguiram singrar na arte literária da época - teve o privilégio de nascer numa família liberal que lhe proporcionou, mesmo que indiretamente (pois não teve acesso a uma educação formal), os meios e as oportunidades (mesmo que limitadas) que permitiram a Mary ser uma livre pensadora e criadora - recordemos que a sua mãe era uma das pioneiras do feminismo Mary Wollstonecraft, e o seu pai o filósofo William Godwin. Ainda assim, a vida de Mary Shelley não esteve livre de tragédias e desgostos prematuros que, em certa medida, se refletem no fantástico livro Frankenstein. Feita esta nota, importa contudo, salientar outra, Frankenstein foi primeiramente apresentado ao público em anonimato e, durante algum tempo, a sua autoria foi atribuída ao marido de  Mary.

Frankenstein, é uma história fantástica sobre a relação entre criador e criatura, nas palavras de Mary Shelley, ela criou “uma história que pudesse falar aos misteriosos medos da nossa natureza e despertasse o arrepiante terror”. Victor Frankenstein é um cientista que cria um monstro a partir de cadáveres, misturando matemática e alquimia (ou em versões posteriores, eletricidade) - o título do livro vem do criador e não do monstro, do monstro desconheceremos sempre o nome. Em certa medida, podemos até considerar que o monstro é o próprio cientista que, movido pela ambição científica, destrói todas as convenções e ignora a ética, criando um ser que resultará na sua ruína e destruição - mas a verdade é que, do  contacto com o monstro, percebemos que foi a ausência de amor e de orientação que o desviaram da humanidade, foram o terror e o nojo da imperfeição da criação pelo criador que o tornaram numa criatura miserável. 

Confesso que o relato da sua existência, feito pela criatura ao criador, é uma das passagens literárias mais belas que li até aos dias de hoje, é comovente e empática. 

Sim, Frankenstein é um romance gótico, horripilante e fantástico, mas de grande profundidade emocional e para sempre atual, por apelar ao que de mais humano há, no bom, no mau, no desconhecido, na razão, no sonho... e no final, diria eu, uma alegoria à responsabilidade do criador. 

***

Quero ler este livro

***

A Morte de Ivan Ilitch, Lev Tolstoi (1886)

Ficção - Clássicos

26.01.20 | L.F. Madeira

11334325A-Morte-de-Ivan-Ilitch-Lev-Tolstoi.png

Um pequeno livro com uma história monumentalmente elaborada. Lido num trago, numa tarde de domingo. Foi simultaneamente uma fonte de iluminação e um murro no estômago. 

Tolstoi apresentou esta magnífica obra literária em 1886, nesta breve novela conhecemos Ivan Ilitch, um juiz com uma doença que o levará à morte e cujo definhamento acompanhamos. 

Nas primeiras páginas acompanhamos a notícia da morte e o velório de Ivan Ilitch, os pensamentos egoístas dos colegas de trabalho, a máscara de viúva enlutada da esposa, e derradeiramente, a quase insignificância da morte do nosso personagem. Depois, voltamos ao passado, à ascensão social e profissional de Ivan Ilitch e à lenta e imperceptível perda de significado da sua vida. Por fim, a doença, o definhar, o abandono, a incompreensão, o fardo... A vida e a morte, a relação dicotómica da existência humana, é o tema desta obra - magistralmente escrita e sintetizada. 

Em torno de Ivan Ilitch apercebemo-nos da mentira e da falsidade que giram em torno do seu universo existencial, a essa superficialidade da vida, escapam o seu filho e o seu criado. Há algo de enternecedor na relação circunstancial de Ivan Ilitch e do seu criado Gerasim, emocionou-me muito, quase como um ato de contrição. 

Durante a doença, assistimos ao lento desaparecimento de Ivan Ilitch - mas há algo de benévolo na dor ou na expiação da dor, pois no final algo ressuscita, algo renasce de Ivan Ilitch que o permite dar o passo para a próxima  dimensão da existência em paz e esperança - a aceitação da morte, se bem interpretei. Esta é uma obra que nos deixa um agridoce na boca e no coração, que nos questiona sobre a existência e o ocaso da vida e o sentido da mesma, fiquei a desejar lê-la novamente, num destes dias. 

***

Quero ler este livro

***

Aurora Boreal, Asa Larsson (2003)

Ficção - Mistério/Thriller - Policial

16.01.20 | L.F. Madeira

img247.jpg

A atmosfera nórdica é, por si só, cativante - pois na qualidade de admiradora da sociedade escandinava, basta a referência a Estocolmo, neve e aurora boreal para agarrar a minha atenção. 

O leitor é testemunha de um crime, logo nas primeiras páginas - o que imediatamente nos torna cúmplices de qualquer coisa. Ao longo do policial acompanhamos o presente e o passado da personagem principal, a advogada Rebecka Martinsson que regressa à terra natal para defender a sua amiga de infância, a irmã de Viktor Strandgård, o pastor brutalmente assassinado. A teia de relações e interesses da congregação religiosa de Kiruna é maravilhosamente elaborada pela escrita de Larsson - perspicaz e sedutora, sendo o suspense caraterística constante. O inóspito da região aliado ao aparente desapego das personagens é electrizante.

Adquirido em saldo num alfarrabista, este livro revelou-se uma agradável experiência, deixando vontade de acompanhar as sequelas um destes dias. 

***

Quero este livro

***

 

A Amiga Genial, Elena Ferrante (2011)

Ficção Histórica

11.01.20 | L.F. Madeira

A-Amiga-Genial.jpg

Elena Ferrante presenteou-nos em 2011 com a primeira de quatro obras da série A Amiga Genial. Ignorante de todo o rebuliço causado por Elena Ferrante, o seu pseudónimo e a sua misteriosa identidade, algures em meados de 2018 decidi comprar este título na sequência de uma recomendação de um amigo no Goodreads. 

Há livros que nos enchem o coração e preenchem um certo vazio na alma. Este é um deles. Elena Ferrante transporta-nos para um universo tão cru e doce, violento e sonhador, como a própria realidade. 

Assente num cenário Napolitano, na década de 50, vamos acompanhando os primeiros passos da relação de amizade entre duas meninas - inicialmente nos seus sete/oito anos, até aos dezassete (neste primeiro volume). E quão raro é encontrar uma história com esta premissa - a da amizade sororal entre duas jovens crianças meninas!

Este livro entranhou-se na pele. Cativou-me no primeiro segundo. Nos primeiros capítulos, do relato da infância de Lila e Lenú, encontrei tantos pontos de contacto, mais ou menos definidos, com pequenos episódios da infância do meu pai, tal como ele a relata - talvez daí a imediata afinidade com a história. Mas não só. A descrição sincera e sem filtros desta amizade intensa, simbiótica, de inveja e admiração, de rivalidade e lealdade, de sonhos e desgostos, é tão pura, tão palpável que me deixou, tantas vezes, lágrimas no coração e um sorriso nos olhos. 

Ansiosa por tomar nas mãos a segunda parte desta história - História do Novo Nome, vou aguardando e saboreando, nos entretantos, a riqueza e singularidade de A Amiga Genial que, num espaço de dias, ganhou lugar assente na minha  lista de livros favoritos. 

***

Quero este livro

***

O Canto de Aquiles, Madeline Miller (2011)

Ficção - Fantasia - Mitologia - LGBT

03.01.20 | L.F. Madeira

91c0yRVm+0L22.jpg

Madeline Miller estreou-se como escritora com esta obra em 2011. O ano passado, depois de ler Circe, de Miller também, fiquei de tal modo encantada com a sua escrita que desejei explorar um pouco mais a sua - ainda - breve obra. Assim surgiu o interesse em O Canto de Aquiles.

O meu fascínio com Circe foi de tal monta que seria injusto manter a expectativa tão alta. E de facto, a reinvenção da história deste herói grego não me tocou tanto. Reencontrei o estilo de Miller, os ambientes, sim, mas desta vez não vibrei.

Nesta obra Miller recria a história de Aquiles da perspetiva de Pátroclo, permitindo que conheçamos Aquiles no seu eu mais íntimo. Miller assume como premissa a história de amor entre Aquiles e Pátroclo desde a juventude em que aprendem as artes da  guerra, até à idade adulta, momento em que a escritora  nos leva pelos meandros da perene Guerra de Tróia. 

A personagem que me criou mais interesse foi Tétis, que surge nesta obra como mãe de Aquiles e uma feroz opositora da relação do filho com Pátroclo. Talvez seja a sua malvadez e intangibilidade que a tornaram numa personagem tão misteriosa mas que, mesmo nas últimas páginas, se retrata. 

Embora não figure na minha lista dos melhores clássicos gregos recontados, para qualquer leitor apreciador da mitologia grega e de uma bonita história de amor, fica a dica para espreitar a versão recontada do lendário Aquiles por Madeline Miller. 

***

Quero este livro

***

Lista Infindável

Listas de Livros

02.01.20 | L.F. Madeira

listamae.jpg

O Queirosiana foi inicialmente criado algures em 2007 (talvez... não estou recordada). Com a volubilidade própria da adolescência, foi sendo mais ou menos atualizado, chegou a ter um Destaque do Sapo Blogs, depois foi negligenciado e, num ato de loucura, eliminado. Em 2019, depois da vida pregar um susto, regressei ao carinho dos livros e à sua forma esquiva de escapar ao tempo. Recuperei o que restava do velhinho Queirosiana e ressuscitei-o com o objetivo de ler mais e de forma mais pensada e direcionada. 
 
Este ano, que estreia uma nova década, fez-me condensar nesta Lista Infindável os livros e autores que quero ler. Excluí dela todos os que li até à data e 2020 será o marco de uma nova meta - a de ir riscando desta lista tantos livros quanto possível, mas sem receio de ir acrescentando mais uns quantos!
 
É uma lista ambiciosa mas o objetivo é moderado. Irei criar ou aderir a desafios de leitura anuais ou pontuais, de dimensão mais comedida, e servir-me desta Lista Infindável para ir guiando a seleção das leituras pois, no meu caos (ou caso), uma linha orientadora é sempre uma preciosa ajuda. Porque no final do dia o que importa é o prazer da leitura, não a contagem decrescente.

 

Adichie, Chimamanda Ngozi, A Coisa à Volta do Teu Pescoço

Alcott, Louisa May, Mulherzinhas

- Alcott, Louisa May, Boas Esposas

Alderman, Naomi, O Poder

Aleksiévitch, Svetlana, A Guerra Não Tem Rosto de Mulher

- Aleksiévitch, Svetlana, Vozes de Chernobyl

Allende, Isabel, A Casa dos Espíritos

- Allende, Isabel, Eva Luna

Amado, Jorge, Gabriela Cravo e Canela

- Amado, Jorge, Tieta do Agreste

Angelou, Maya, Sei Porque Canta o Pássaro na Gaiola

Antunes, António Lobo, Memória de Elefante

- Antunes, António Lobo, Que Cavalos São Aqueles que Fazem Sombra no Mar? 

Arendt, Hannah, As Origens do Totalitarismo

- Arendt, Hannah, A Condição Humana

Atkinson, Kate, Vida Após Vida

Atwood, Margaret, A História de Uma Serva

- Atwood, Margaret, Chamavam-lhe Grace

- Atwood, Margaret, A Odisseia de Penélope

Austen, Jane, Love and Friendship

- Austen, Jane, Sanditon

- Austen, Jane, A Abadia de Northanger 

Bachmann, Ingeborg, Malina

Baker, Pat, O Silêncio das Mulheres

Balzac, Honoré de, A Mulher de Trinta Anos

- Balzac, Honoré de, Ilusões Perdidas

Barreno, Maria Isabel (outras), Novas Cartas Portuguesas

Baudelaire, Charles, As Flores do Mal

Beard, Mary, SPQR Uma História da Antiga Roma

- Beard, Mary, Mulheres e Poder

Beauvoir, Simone de, O Segundo Sexo

- Beauvoir, Simone de, A Convidada

- Beauvoir, Simone de, O Sangue dos Outros

Beckett, Samuel, Dias Felizes

- Beckett, Samuel, Esperando Godot

Behn, Aphra, Oroonoko

Bellow, Saul, Agarra o Dia

Bergson, Henri, O Riso

Bessa-Luís, Agustina, Fanny Owen

- Bessa-Luís, Agustina, A Sibilia

Blackmore, R.D., Lorna Doone

Boll, Heinrich, A Honra Perdida de Katharina Blum

Borges, Jorge Luís, Ficções

- Borges, Jorge Luís, A Biblioteca de Babel

Bowen, Elizabeth, Morte no Coração

Bradbury, Ray, Fahrenheit 451

Branco, Camilo Castelo, Amor de Perdição

Brandão, Fiama Hasse Pais, Sob o Olhar de Medeia

Brandão, Raul, Húmus

- Brandão, Raul, Os Pescadores

Brautigan, Richard, Uma Mulher Sem Sorte

Breyner, Sophia de Mello, Histórias da Terra e do Mar

- Breyner, Sophia de Mello, Livro Sexto

Bronte, Anne, A Inquilina de Wildfell Hall

- Bronte, Anne, Agnes Grey

Bronte, Charlotte, Villette

- Bronte, Charlotte, O Professor

- Bronte, Charlotte, Shirley

Bronte, Emily, The Night is Darkening Round Me

- Bronte, Emily, Poems from the Moor

Browning, Elizabeth, Sonetos Portugueses

Buck, Pearl S., A Mãe

- Buck, Pearl S., Onde Mora a Felicidade

Bulgákov, Mikhaíl, O Mestre e Margarita

Burnett, Frances, O Jardim Secreto

- Burnett, Frances, A Little Princess

Byron, Lord, Don Juan

Calvino, Italo, As Cidades Invisíveis

Camões, Luís de, Sonetos

Camus, Albert, O Mito de Sísifo

- Camus, Albert, A Morte Feliz

- Camus, Albert, O Homem Revoltado

Canetti, Elias, Auto-da-Fé

Cardoso, Dulce Maria, O Retorno

Cardoso, Miguel Esteves Cardoso, A Causa das Coisas

Carter, Angela, The Bloody Chamber and Other Stories

Carroll, Lewis, Alice no País das Maravilhas

Carvalho, Maria Judite de, As Palavras Poupadas

Casares, Adolfo Bioy, A Invenção de Morel

Cavendish, Margaret, The Blazing World

Cela, Camilo José, A Colmeia

Chopin, Kate, O Despertar

Christie, Agatha, Um Crime no Expresso do Oriente

Coelho, Paulo, Diário de um Mago

Colette, Chéri

Collins, Wilkie, A Mulher de Branco

Conrad, Joseph, O Coração das Trevas

Correia, Hélia, Adoecer

- Correia, Hélia, Lillias Fraser

Correia, Natália, A Madona

- Correia, Natália, O Encoberto

Costa, Maria Velho da, Myra

Cruz, Afonso, O Princípio de Karenina

- Cruz, Afonso, Para Onde Vão os Guarda Chuvas

Cunningham, Michael, As Horas

- Cunningham, Michael, By Nightfall

Curtis, Scarlett, Feminists Don't Wear Pink

Deledda, Grazia, Cinzas

- Deledda, Grazia, Marianna Sirca

Despentes, Virginie, Teoria King Kong

Dickens, Charles, Little Dorrit

- Dickens, Charles, A Casa Sombria

- Dickens, Charles, Grandes Esperanças

Dickinson, Emily, Cem Poemas

Dinis, Júlio, As Pupilas do Senhor Reitor

- Dinis, Júlio, A Morgadinha dos Canaviais

Dostoievski, Fiódor, Os Irmãos Karamazov

- Dostoievski, Fiódor, O Jogador

Dumas, Alexandre, O Conde de Montecristo

Duras, Marguerite, Olhos Azuis, Cabelo Preto

- Duras, Marguerite, Moderato Cantabile

Eco, Umberto, O Nome da Rosa

- Eco, Umberto, O Pêndulo de Foucault

Edgeworth, Maria, Belinda

Egan, Jennifer, A Praia de Manhattan

Eliot, George, O Moinho à Beira Rio

- Eliot, George, Rómula

Eliot, T.S., A Terra Devastada

- Eliot, T.S., Ensaios Escolhidos

Erasmus, Elogio da Loucura

Ernaux, Annie, Os Anos

Espanca, Florbela, Diário

- Espanca, Florbela, As Máscaras do Destino

Esquivel, Laura, Como Água para Chocolate

- Esquivel, Laura, Malinche

Estés, Clarissa Pinkola, Mulheres que Correm com Lobos

Fanu, Sheridan Le, Uncle Silas

- Fanu, Sheridan Le, Carmilla

Faulkner, William, O Intruso

- Faulkner, William, O Som e a Fúria

Fayette, Madame de la, A Princesa de Clèves

Ferrante, Elena, A Amiga Genial

- Ferrante, Elena, Crónicas do Mal de Amor

- Ferrante, Elena, Escombros

Ferreira, Virgílio, A Aparição

Firestone, Shulamith, The Dialectic of Sex

Fisher, Dorothy Canfield, The Home Maker

Fitzgerald, F. Scott, Terna é a Noite

Flaubert, Gustave, Sentimental Education

Flynn, Gillian, Em Parte Incerta

- Flynn, Gillian, Objetos Cortantes

Fo, Dario, A Filha do Papa

Fonte, Moderata, The Worth of Women

Forster, E. M., Um Quarto com Vista

- Forster, E. M., Where Angels Fear to Tread

Foucault, Michele, As Palavras e as Coisas

France, Anatole, Os Deuses Têm Sede

Frazier, Charles, O Regresso do Soldado

Friedan, Betty, The Feminine Mystique

Fuller, Alexandra, Don't Let's Go to the Dogs Tonight

García Marquéz, Gabriel, Amor nos Tempos de Cólera

- García Marquéz, Gabriel, Cem Anos de Solidão

Galeano, Eduardo, Espelhos

Gard, Roger Martin Du, Os Thibault

Garrett, Almeida, Viagens na Minha Terra

Gaskell, Elizabeth, North and South

- Gaskell, Elizabeth, Cranford

- Gaskell, Elizabeth, Mary Barton

Gersão, Teolinda, A Cidade de Ulisses

Gilligan, Carol, In a Difference Voice

Gilman, Charlotte Perkins, Herland

- Gilman, Charlotte Perkins, The Yellow Wallpaper

- Gilman, Charlotte Perkins, With Her in Ourland

Ginzburg, Natália, Léxico Familiar

Goethe, A Paixão do Jovem Werther

- Goethe, Fausto

Gogol, Nikolai, Almas Mortas

- Gogol, Nikolai, O Retrato

Golding, William, Em Queda Livre

Gomes, Luísa Costa, Olhos Verdes

Gomes, Soeiro Pereira, Esteiros

Gordimer, Nadine, A Arma da Casa

- Gordimer, Nadine, A Gente de July

- Gordimer, Nadine, Um Mundo de Estranhos

Grass, Günter, Sobre a Finitude

Greer, Germaine, The Female Eunuch

Guin, Ursula K. Le, Lavínia

- Guin, Ursula K. Le, A Mão Esquerda das Trevas

Hall, Radclyffe, O Poço da Solidão

Hamsun, Knut, Fome

- Hamsun, Knut, Mistérios

Handke, Peter, A Mulher Canhota

Hardy, Thomas, Tess dos D'Urbervilles

- Hardy, Thomas, Longe da Multidão

- Hardy, Thomas, Judas o Obscuro

Hawthorne, Nathaniel, A Letra Escarlate

Helder, Herberto, Os Passos em Volta

Hemingway, Ernest, Por Quem os Sinos Dobram

- Hemingway, Ernest, O Velho e o Mar

- Hemingway, Ernest, O Adeus às Armas

Herculano, Alexandre, Eurico o Presbítero

Hesse, Hermann, O Lobo das Estepes

- Hesse, Hermann, O Jogo das Contas de Vidro

Heyer, Georgette, A Magnífica Sophy

Hobbes, Thomas, Leviatã

Homero, Odisseia

- Homero, Ilíada

Honeyman, Gail, A Educação de Eleanor

Hooks, Bell, Feminismo Is For Everybody

Horta, Maria Teresa, Meninas

Hossain, Rokeya Sakhawat, Sultana's Dream

Hugo, Victor, Os Miseráveis

Huxley, Aldous, Admirável Mundo Novo

- Huxley, Aldous, Geração Perdida

Irving, Washington, A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça

Ishiguro, Kazuo, Nunca Me Deixes

- Ishiguro, Kazuo, Os Despojos do Dia

Jackson, Shirley, A Lotaria e Outras Histórias

James, Henry, O Calafrio

- James, Henry, Retrato de Uma Senhora

- James, Henry, O que Maisie Sabia

Jelinek, Elfriede, A Pianista

Jorge, Lídia, A Costa dos Murmúrios

- Jorge, Lídia, O Dia dos Prodígios

Joyce, James, Ulisses

- Joyce, James, Dublineers 

Kafka, Franz, O Castelo

Kawabata, Yasunari, Kyoto

Kaysen, Susanna, Girl Interrupted

Keats, John, Bright Star

Kent, Hannah, Últimos Ritos

Kerouac, Jack, Pela Estrada Fora

Kertesz, Imre, Aniquilição

Keun, Irmgard, After Midnight

Kierkegaard, Soren, Ou-Ou Um Fragmento de Vida

Klougart, Josefine, Um de Nós Dorme

Kundera, Milan, A Valsa do Adeus

- Kundera, Milan, A Imortalidade

- Kundera, Milan, A Ignorância

Lagerlöf, Selma, A Saga de Gosta Berling

- Lagerlöf, Selma, O Anel dos Lowenskolds

- Lagerlöf, Selma, O Imperador de Portugal

Larsson, Asa, Aurora Boreal

Laxness, Halldor, Os Peixes Também Sabem Cantar

Lawrence, D.H., O Amante de Lady Chatterley

Lee, Harper, Mataram a Cotovia

Leskov, Nikolai, Lady Macbeth de Mtsensk

Lessing, Doris, The Golden Notebook

- Lessing, Doris, Martha Quest

- Lessing, Doris, Gatos e Mais Gatos

Levi, Primo, Se Isto é um Homem

Levy, Deborah, O Custo de Vida

Lewis, Sinclair, Isso Não Pode Acontecer Aqui

Linspector, Clarice, A Hora da Estrela

Llosa, Mario Vargas, Lituma nos Andes

Lourenço, Eduardo, O Labirinto da Saudade

Luxemburg, Rosa, A Acumulação do Capital

Maalouf, Amin, As Cruzadas Vistas pelos Árabes

Machado, Maria Carmen, O Corpo Dela e Outras Partes

Malraux, André, A Condição Humana

Mann, Thomas, A Montanha Mágica

- Mann, Thomas, Os Buddenbrook

Mansfield, Katherine, Numa Pensão Alemã

Mantel, Hillary, Wolf Hall

Marías, Javier, Fever and Spear

Marx, Karl, Manifesto Comunista

Maugham, W. Somerset, Servidão Humana

- Maugham, W. Somerset, O Véu Pintado

Mauriac,  François, Thérèse Desqueyroux

Maurier, Daphne Du, Rebecca

- Maurier, Daphne Du, A Minha Prima Rachel

- Maurier, Daphne Du, A Casa na Praia

Mazzantini, Margaret, Não Te Mexas

McCabe, Eugene, Death and Nightingales

McEwan, Ian, On Chesil Beach

- McEwan, Ian, Saturday 

Miller, Henry, Trópico de Câncer

- Miller, Henry, Trópico de Capricórnio

Miller, Madeline, Circe

- Miller, Madeline, O Canto de Aquiles

Millett, Kate, Sexual Politics

Milosz, Czeslaw, A Mente Aprisionada

Mistral, Gabriela, Locas Mujeres

Mitchell, Margaret, E Tudo o Vento Levou

Modiano, Patrick, Dora Bruder

- Modiano, Patrick, O Horizonte

Morante, Elsa, A Ilha de Arturo

- Morante, Elsa, A História

Moravia, Alberto, Os Indiferentes

- Moravia, Alberto, A Ciociara

- Moravia, Alberto, O Desprezo

More, Thomas, Utopia

Morrison, Toni, Beloved

- Morrison, Toni, Deus Ajude a Criança

Moshfegh, Ottessa, O Meu Nome Era Eileen

Müller, Herta, A Terra das Ameixas Verdes

- Müller, Herta, Hoje Preferia Não Me Ter Encontrado

Munro, Alice, Vidas de Raparigas e Mulheres

- Munro, Alice, Amada Vida

- Munro, Alice, O Progresso do Amor

Murdoch, Iris, O Sino

- Murdoch, Iris, Uma Cabeça Decepada

- Murdoch, Iris, O Mar o Mar

Musil, Robert, O Homem Sem Qualidades

Nabokov, Vladimir, Lolita

- Nabokov, Vladimir, Desespero

Naipaul, Vidiadhar, O Enigma da Chegada

Nemésio, Vitorino, Mau Tempo no Canal

Némirovsky, Irène, Suite Francesa

- Némirovsky, Irène, As Moscas de Outono

Neruda, Pablo, Nasci Para Nascer

- Neruda, Pablo, Vinte Poemas de Amor e uma Canção Desesperada

Nietzsche, Friedrich, Assim Falou Zaratrusta

Oksanen, Sofi, Norma

Ólafsdóttir, Auður Ava, Rosa Candida

Ondaatje, Michael, O Paciente Inglês

Onetti, Juan Carlos, A Vida Breve

Orwell, George, A Quinta dos Animais

Osório, Ana Castro, Ambições

Pamuk, Orhan, A Mulher de Cabelo Ruivo

Pasternak, Boris, Doutor Jivago

- Pasternak, Boris, Melodia Interrompida

Pessoa, Fernando, Livro do Desassossego

Piketty, Thomas, O Capital no Séc. XXI

Plácio, Ana, Herança de Lágrimas

Plath, Sylvia, Ariel

- Plath, Sylvia, A Campânula de Vidro

Poe, Edgar Allan, O Coração Revelador

- Poe, Edgar Allan, A Queda da Casa de Usher

- Poe, Edgar Allan, Histórias de Mistério e Imaginação

Power, Samantha, The Education of an Idealist

Proust, Marcel, Em Busca do Tempo Perdido

Queiroz, Eça de, A Relíquia

- Queiroz, Eça de, A Ilustre Casa de Ramires

- Queiroz, Eça de, O Mandarim

- Queiroz, Eça de, O Crime do Padre Amaro

Quental, Antero, A Bíblia da Humanidade

Radcliffe, Ann, O Italiano

- Radcliffe, Ann, Mistério Siciliano

Restrepo, Laura, Delírio

- Restrepo, Laura, The Divine Boys

Rhys, Jean, Vasto Mar de Sargaços

Ribeiro, Aquilino, A Casa Grande de Romarigães

Rodoreda, Mercè, A Praça do Diamante

Rooney, Sally, Pessoas Normais

Roth, Philip, The Human Stain

Rousseau, Jean-Jacques, Emílio, ou Da Educação

Roy, Arundhati, O Deus das Pequenas Coisas

Russell, Bertrand, A Conquista da Felicidade

Sabato, Ernesto, O Túnel

Sacher-Masoch, Leopold von,  A Vénus das Peles

Sackville-West, Vita, All Passion Spent

Safo (de Lesbos), Fragmentos Poéticos

Sagan, Françoise, Bom dia, Tristeza

Sapienza, Goliarda, A Arte da Alegria

Saramago, José, Ensaio Sobre a Cegueira

- Saramago, José, As Intermitências da Morte

Sartre, Jean-Paul, A Náusea

- Sartre, Jean-Paul, O Ser e o Nada

Schlink, Bernhard, O Outro Homem e Outras Histórias

Schwob, Marcel, The Book of Monelle

Scott, Walter, O Espelho da Tia Margarida

- Scott, Walter, Ivanhoe

Sena, Jorge de, Sinais de Fogo

Shakespeare, William, Romeu e Julieta

- Shakespeare, William, Macbeth

Shelley, Mary, Frankenstein

- Shelley, Mary, Mathilda

Sholokhov, Michail, O Don Tranquilo

Slimani, Leila, Canção Doce

Smith, Ali, O Passado é um País Estrangeiro

Smith, Dodie, I Capture the Castle

Smith, Zadie, Dentes Brancos

Solnit, Rebecca, As Coisas que os Homens me Explicam

Steinbeck, John, A Leste do Paraíso

- Steinbeck, John, As Vinhas da Ira

Stendhal, O Vermelho e o Negro

- Stendhal, A Cartuxa de Parma

Stevenson, Robert Lewis, O Médico e o Monstro

Stoker, Bram, Drácula

Stowe, Harriet Beecher, A Cabana do Pai Tomás

Strindberg, August, Menina Júlia

Strout, Elizabeth, O Meu Nome é Lucy Barton

Szymborska, Wislawa, Instante

Tartt, Donna, A História Secreta

- Tartt, Donna, O Pintassilgo

Tchékhov, Anton, A Ilha de Sacalina

- Tchékhov, Anton, Contos

Teixeira, Judith, Satânia

Thelan, Albert Vigoleis, The Island of Second Sight

Tokarczuk, Olga, Outrora e Outros Tempos

Tolkien, J.R.R., O Senhor dos Anéis

Tolstoi, Leo, Guerra e Paz

- Tolstoi, Leo, A Morte de Ivan Ilitch

- Tolstoi, Leo, Ressurreição 

Torga, Miguel, Contos da Montanha

- Torga, Miguel, A Criação do Mundo

- Torga, Miguel, Vindima

Turgueniev, Ivan, Pais e Filhos

Ugrešić, Dubravka, Baba Yaga Pôs Um Ovo

Undset, Sigrid, Happy Times in Norway

- Undset, Sigrid, Gunnar's Daughter

- Undset, Sigrid, Jenny

Vanderbeke, Birgit, Mexilhão para a Ceia

Varvello, Elena, A Vida Feliz 

Vian, Boris, A Espuma dos Dias

Vigan, Delphine de, A Partir de Uma História Verdadeira

Voltaire, Cândido ou o Optimismo

- Voltaire, Tratado sobre a Tolerância

Vonnegut, Kurt, Matadouro Cinco

Xingjian, Gao, A Montanha da Alma

Walker, Alice, A Cor Púrpura

Walpole, Horace, O Castelo de Otranto

Waters, Sarah, Na Ponta dos Dedos

Waugh, Evelyn, Reviver o Passado em Brideshead

Wells, H.G., O Homem Invisível

Welty, Eudora, A Filha do Optimista

West, Morris L., As Sandálias do Pescador

Wilde, Oscar, A Importância de Ser Earnest

- Wilde, Oscar, O Crime de Lord Arthur Savile

Wharton, Edith, A Idade da Inocência

- Wharton, Edith, A Casa da Felicidade

White, Patrick, Voss

Whitman, Walt, Folhas de Erva

Wolf, Christa, Cassandra

- Wolf, Christa, O Céu Dividido

Wollstonecraft, Mary, Uma Reivindicação pelos Direitos da Mulher

Wood, Ellen Meiksins, A Origem do Capitalismo

Woolf, Virginia, Night and Day

- Woolf, Virginia, A Room of One's Own

- Woolf, Virginia, Night and Day

- Woolf, Virginia, A Viagem

Yates, Richard, Revolutionary Road

Yeats, W. B., Onde Nada Existe

Yourcenar, Marguerite, Memórias de Adriano

- Yourcenar, Marguerite, A Obra ao Negro

Zeh, Juli, The Method 

Zetkin, Clara

Zola, Émile, Nana

Zusak, Markus, A Rapariga que Roubava Livros

Zweig, Stefan, Vinte e Quatro Horas na Vida de Uma Mulher

 

Desafio de Leitura 2020

Desafio de Leitura 2020

01.01.20 | L.F. Madeira

tumblr_oxtv2eqEEj1s2s8lqo1_400.jpg

Com o início do novo ano cumpre estabelecer uma meta de leitura que honre as minhas saudosas listas literárias pessoais e transmissíveis! Apresento então os 25 títulos cuja leitura é condição sine qua non para iniciar esta nova década mais capaz e sonhadora.

  1. Virginia Woolf, Um Quarto Só Para Si
  2. Simone Beauvoir, O Segundo Sexo, Volume II
  3. Naomi Alderman, O Poder
  4. Toni Morrison, Deus Ajude a Criança
  5. Doris Lessing, The Golden Notebook
  6. Lídia Jorge, A Costa dos Murmúrios
  7. Hélia Correia, Lillias Fraser
  8. Mary Shelley, Frankenstein
  9. Sheridan Le Fanu, Carmilla
  10. Elena Ferrante, A Amiga Genial
  11. Leo Tolstoi, Guerra e Paz, I Volume
  12. Michael Cunningham, As Horas
  13. Umberto Eco, O Nome da Rosa
  14. Henry Miller, Trópico de Cancer
  15. Madeline Miller, O Canto de Aquiles
  16. Pat Baker, O Silêncio das Mulheres
  17. Gillian Flynn, Em Parte Incerta
  18. Chimamanda Ngozi Adichie, A Coisa à Volta do Teu Pescoço
  19. Heinrich Böll, A Honra Perdida de Katharina Blum
  20. Boris Pasternak, Melodia Interrompida
  21. Natália Correia, A Madona
  22. Raul Brandão, Húmus
  23. Thomas Hardy, Longe da Multidão
  24. William Shakespeare, Macbeth
  25. Jean Rhys, Vasto Mar de Sargaços