Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

5 Livros com a guerra como fundo histórico

#3 Baú dos Livros

28.05.20 | L.F. Madeira

Tenho estado a completar as lacunas do desafio #Ler Os Clássicos, entre os títulos em aberto, tenho "um clássico sobre a guerra". Embora este ano já tenha lido um romance com a guerra colonial como pano de fundo, não cumpre o requisito "clássico anterior a 1970" e assim, iniciei uma investigação sobre livros de guerra que pudesse selecionar.

As sugestões que apresento, não são livros sobre guerra, no sentido de descreverem atos de guerra ou diários de guerra, são livros cujo fundo histórico é de guerra. Trata-se de uma opção pessoal, histórias de guerra de linha da frente não me cativam sobremaneira. Assim, selecionei cinco títulos com cinco guerras diferentes em cenário e para cada escolha apresentei uma alternativa. 

Depois de algumas trocas de comentários decidi retirar da lista a primeira sugestão (que indicava uma obra de Dickens, "Uma História de Duas Cidades", que tinha como pano de fundo o Período do Terror da Revolução Francesa) e substituí-la por uma sugestão mais óbvia e concordante com a temática "guerra" associada ao mote desta publicação - logrei alcançar cinco sugestões referentes a diferentes guerras, a Guerra Civil Americana, a I Guerra Mundial, a Guerra Civil Espanhola, a II Guerra Mundial e a Guerra Colonial Portuguesa. 

 

O Regresso do Soldado (1997), Charles Frazier

Ficção histórica - Romance - Guerra

Ambientado no período da Guerra Civil Americana, O Regresso do Soldado (Cold Mountain) conta-nos a odisseia de Inman, um soldado sulista ferido na batalha de Petersburg, que decide desertar e regressar à Carolina do Norte para aí reencontrar a mulher que ama, Ada, persuadido de que ela o espera. Por seu lado, Ada, sozinha após a morte do pai, sobrevive como fazendeira em Cold Mountain, uma pequena aldeia da montanha. Ambos afrontam, antes de se reencontrarem, as transformações de um mundo onde lhes cabe agora viver.

Comprar na Bertrand (edição traduzida)

Comprar na Bertrand (edição em inglês)

Outras sugestões: E Tudo o Vento Levou de Margaret Mitchell

 

O Adeus às Armas (1929), Ernest Hemingway

Ficção histórica - Clássicos - Guerra

O Adeus às Armas, provavelmente o melhor romance americano resultante da experiência da Primeira Guerra Mundial, é a história inesquecível de Frederic Henry, um condutor de ambulâncias que presta serviço na frente italiana, e da sua trágica paixão por uma enfermeira inglesa.

Comprar na Bertrand

Outras sugestões: Testament of Youth de Vera Brittain 

 

A Praça do Diamante (1962), Mercè Rodoreda

Ficção histórica - Romance - Guerra

Publicado originalmente em 1962 como La Plaça del Diamant, é considerado o romance catalão mais importante de todos os tempos. Retrata uma Barcelona no ​​início dos anos 30 e conta a história comovente, intensa e poderosa de uma mulher envolvida num período convulsivo da história. Embora a editora Dom Quixote tenha uma tradução da obra, hoje em dia já não se encontra facilmente à venda a não ser em alfarrabistas, contudo, existe oferta por parte de editoras brasileiras. 

Comprar na Bertrand (edição espanhola)

Comprar na Bertrand (edição inglesa)

Outras sugestões: O Tempo Entre Costuras de María Dueñas

 

Expiação (2001), Ian McEwan

Ficção - Romance - Guerra 

Opinião da Queirosiana

Expiação é, porventura, a melhor obra de Ian McEwan. Descrevendo de forma brilhante e cativante a infância, o amor e a guerra, a Inglaterra e a situação de classes, contém no seu âmago uma exploração profunda - e muito comovente - da vergonha, do perdão, da expiação e da dificuldade da absolvição. A sua ação ocorre em três períodos de tempo - na Inglaterra de 1935, na Inglaterra e França na Segunda Guerra Mundial e na Inglaterra de 1999. 

Comprar na Bertrand (edição traduzida)

Comprar na Bertrand (edição em inglês)

Outras sugestões: Suite Francesa de Irène Némirovsky.

 

A Costa dos Murmúrios (1988), Lídia Jorge

Ficção - Romance - Guerra

Opinião da Queirosiana

Romance de um império de ocupação de costa, nada é atenuado ou escamoteado neste livro. Enredo e personagens arrastam consigo o significado caótico de um universo desregulado, onde o risco permanente torna os protagonistas dependentes em extremo de fortuitas coincidências. Aborda aspetos da guerra colonial portuguesa em Moçambique, de uma perspetiva feminina. 

Comprar na Bertrand

Outras sugestões: Memória de Elefante de António Lobo Antunes 

bau dos livros.jpg

14 comentários

Comentar post