Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

Harry Potter and the Philosopher's Stone (1997), J.K. Rowling

Ficção - Fantasia

14.08.21 | L.F. Madeira

hufflehardback-1024x576.jpg

Uma releitura que acalma o coração e desperta memórias felizes. Ainda assim, vinte e um anos depois e após incontáveis releituras, ao ponto de já saber capítulos de cor, consegui uma estreia: ler o primeiro livro da série em inglês e numa edição que me é particularmente querida, não só por ter sido oferta de uma amiga especial do Hogwarts is Here, mas porque ostenta na capa a minha Casa - Hufflepuff

Pertenço à geração Harry Potter, de alma e coração. Pude viver na expectativa da carta que chegaria de Hogwarts, pude brincar com varinhas feitas de cana e chapéus pretos, pontiagudos, feitos de feltro, num colégio católico (o que revela a largueza de pensamento das minhas queridas Irmãs, ainda hoje me surpreende não termos sido veementemente repreeendidas pelo arrojo), pude viver a ânsia incontida da espera por mais um livro, pude sonhar muito num período da minha infância que não foi particularmente colorido. Ao ler sinto quão infantil estas linhas soam, mas que fazer? Dos nove aos dezasseis anos tive sempre a fiel companhia da Hermione, do Harry e do Ron. 

O universo Harry Potter pode estar cheio de criaturas fantásticas, artes mágicas e magos negros, mas no final de tudo, é uma história lindíssima sobre amizade, amor e empatia. 

O nome de J.K. Rowling anda, ultimamente, envolto em muita controvérsia -  a meu ver, imerecida e irrefletidamente, mas talvez também eu seja uma feminista radical. Não obstante, recomendo vivamente a leitura deste artigo, J.K. Rowling Writes about Her Reasons for Speaking out on Sex and Gender Issues, escrito pela própria e que explica o seu pensamento com argumentos aos quais não podemos ficar indiferentes. Obviamente, poderemos estar em desacordo, mas propagar discursos inflamados e acusar J.K. Rowling de transfobia e homofobia, creio, revelar alguma precipitação. 

1 comentário

Comentar post