Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

O Estrangeiro, Albert Camus (1942)

Ficção - Clássicos - África

01.01.19 | L.F. Madeira

18406140_SH7gS.jpeg

(review/opinião anterior a 2015, não revista)

Um livro pequeno, mas com uma história cativante!

Mersault, a personagem principal, se existisse na realidade, seria profundamente desinteressante, uma vez que não tem qualquer tipo de desejos ou ambições, o seu desinteresse perante a vida é abismal e causa-nos um certo incómodo. A sua falta de sentimentos, a sua frieza, a sua inutilidade é enorme e absurda, a melhor palavra para caracterizar a personagem, a meu ver.

No entanto, ficamos presos a ela.

A exploração do sentido da vida e da existência humana está marcada neste livro, não fosse ele um símbolo do "Existencialismo".

As nossas sensações como leitores são tantas e tão contraditórias e deve ser por isso que este livro me marcou tanto. Vagueamos entre os extremos dos sentimentos e a incompreensão. E é aí que reside a genialidade desta obra!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.