Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

Clássicos da Literatura Portuguesa - uma lista pessoal

Listas de Leitura

25.09.19 | L.F. Madeira | comentar
Aqui me confesso, na esperança de expiar as minhas faltas no que à literatura portuguesa diz respeito e que venho negligenciando desde há muito tempo. Assim, após alguma pesquisa, reuni uma lista de 30 obras clássicas da literatura portuguesa, à qual procurarei (...)

O Crime do Padre Amaro, Eça de Queiroz (1876)

Ficção - Romance - Clássicos

06.02.19 | L.F. Madeira | comentar
O Crime do Padre Amaro surgiu na forma de folhetim na "Revista Ocidental", em 1875. Mais tarde, tomando uma versão compilada em 1876. De uma crueza atroz, este romance ataca os vícios e corrupção do clero e da sociedade burguesa da época. Considerado por muitos, a (...)

O Primo Basílio, Eça de Queiroz (1878)

Ficção - Romance - Clássicos

01.01.19 | L.F. Madeira | comentar
(review/opinião anterior a 2015, não revista) O Primo Basílio, publicado em 1878,  é um clássico do Realismo da literatura portuguesa. Este romance  retrata a sociedade portuguesa oitocentista, com os seus vícios e virtudes, e muita sátira à mistura, como é (...)

Contos, Eça de Queiroz (1902)

Ficção - Contos

01.01.19 | L.F. Madeira | comentar
(review/opinião anterior a 2015, não revista) Este livro fazia parte da leitura obrigatória do 9º ano e li-o com enorme gosto. Deste livro fazem parte inúmeros contos, dos quais destaco "A Aia", "José Matias" e "O Tesouro" para o qual tive de fazer um final de (...)

As Farpas, Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão (1871)

Não-ficção - Crónicas

01.01.19 | L.F. Madeira | comentar
(review/opinião anterior a 2015, não revista) As Farpas, aqui compiladas num só volume, foram publicações mensais escritas por Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão, corria o ano de 1871. Mais tarde, em 1890, Eça de Queiroz publicaria as suas "Farpas" numa obra intitulada Campa (...)

Os Maias, Eça de Queiroz (1888)

Ficção - Romance - Clássicos

01.01.19 | L.F. Madeira | comentar
(review/opinião anterior a 2015, não revista) Leitura obrigatória do 11º ano mas que no entanto já tinha lido dois anos antes. Foi o segundo livro de Eça de Queirós que li, e fiquei totalmente apaixonada. É o livro mais conhecido do autor. Publicado em 1888. É um (...)