Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

#1 Cartão de Memória - Lídia Jorge

31.01.20
Na rubrica mensal Cartão de Memória seleciono, a título pessoal e amador, 3 a 5 livros que servem de sugestão de jornada para iniciar a leitura da escritora ou escritor em foque.  Para conhecer a obra de Lídia Jorge, escritora portuguesa, e como proposta de "o que (...)

Satânia, Judith Teixeira (1927)

23.10.19
Judith Teixeira, escritora e poetisa, contemporânea de Florbela Espanca, não logrou da mesma fama desta, ainda que ambas se debrucem sobre temáticas semelhantes, como a feminilidade, o erotismo, a sensualidade. A obra poética e narrativa de Judith Teixeira foi, desde o (...)

Clássicos da Literatura Portuguesa - uma lista pessoal

25.09.19
Aqui me confesso, na esperança de expiar as minhas faltas no que à literatura portuguesa diz respeito e que venho negligenciando desde há muito tempo. Assim, após alguma pesquisa, reuni uma lista de 30 obras clássicas da literatura portuguesa, à qual procurarei (...)

Um Mundo em Mudança, Mário Soares (2009)

07.03.12
Um pouco incentivada pelo meu pai a dedicar-me a um género de leitura diferente daquele a que estou habituada – os meus eternos clássicos! – embrenhei-me numa grande pesquisa de autores (quando digo grande, significa que arranjei títulos suficientes para me (...)

As Avis, Joana Bouza Serrano (2009)

03.10.11
Esta obra dá-nos a conhecer a biografia das oito rainhas da dinastia de Avis. Considero muito mais atrativo ler sob a forma de biografia do que ler obras onde romanceiam a vida destas figuras, acima de tudo porque depois fico confusa sobre o que é que será verdadeiro (...)

Onde Vais Isabel?, Maria Helena Ventura (2008)

27.09.11
Tenho uma predilecção por livros deste tipo. Sou fã de tudo o que envolva história das dinastias portuguesas e tenho uma certa admiração pelas discretas figuras femininas que participaram na história de Portugal. Trouxe este livro da biblioteca porque há muito (...)

O Crime do Padre Amaro, Eça de Queiroz (1876)

04.05.11
O Crime do Padre Amaro surgiu na forma de folhetim na "Revista Ocidental", em 1875. Mais tarde, tomando uma versão compilada em 1876. De uma crueza atroz, este romance ataca os vícios e corrupção do clero e da sociedade burguesa da época. Considerado por muitos, a (...)

As Farpas, Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão (1871)

28.04.11
As Farpas, aqui compiladas num só volume, foram publicações mensais escritas por Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão, corria o ano de 1871. Mais tarde, em 1890, Eça de Queiroz publicaria as suas "Farpas" numa obra intitulada Campanha Alegre e Ramalho Ortigão, faria o (...)