Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Queirosiana

Blogue sobre livros, leituras, escritores e opiniões

A Morte Feliz, Albert Camus

19.01.19
A Morte Feliz é a primeira obra de Albert Camus, escrita entre 1936 e 1938, ainda que apenas tenha sido publicada postumamente em 1971. (...)

A Fenda, Doris Lessing

22.06.10
Quando um livro inicia com a possibilidade "de a estirpe humana básica e primordial ser feminina e de o aparecimento dos homens ser mais tardio", a expectativa tem de ser muita e aqui me confesso, não saí de todo frustrada.  A Fenda, publicada em 2007, precisamente no (...)

O Verão Antes das Trevas, Doris Lessing

19.12.09
Publicado em 1973, Doris Lessing apresenta-nos como personagem principal Kate Brown, uma mulher nos seus 45 anos.  A história inicia-se no principio do Verão e termina no fim do mesmo e a mudança que ocorre nesta personagem é tal que me senti perturbada no fim da leitura. (...)

O Sonho Mais Doce, Doris Lessing

20.10.09
Publicado em 2001, este é um dos grandes títulos da renomada Doris Lessing. Um livro marcante, inesquecível... é o meu terceiro livro da escritora e começa a tornar-se óbvio que o meu apreço pela escritora, mesmo antes de ler qualquer obra sua, é verdadeiro. Este (...)

As Avós E Outras Histórias, Doris Lessing

06.05.09
Desde que conheci (pela TV) esta senhora pela primeira vez, em 2007, um dia depois de ter ganho o prémio nobel, achei que tinha de ler qualquer coisa dela, enfim, três anos passaram e finalmente, leio algo desta brilhante escritora, por quem nutro uma admiração imensa, (...)

A Duas Vozes, William Golding

12.02.09
Trouxe este livro da biblioteca por acaso, e simplesmente porque na capa dizia "Prémio Nobel", estava desesperada e nenhum livro me chamava à atenção e pensei, se o autor ganhou um Nobel é porque tem de ser Muito Bom, agarrei no livro e requisitei-o. Bendita a hora em (...)

O Deus das Moscas, William Golding

16.12.08
Publicado em 1954, William Golding, que viria mais tarde a ser laureado com o Nobel da Literatura, apresenta-nos O Deus das Moscas, uma obra que tem sido descrita como uma fábula dos tempos modernos e que, nas palavras do autor reflete o “mal existente no coração” (...)

A Peste, Albert Camus

11.12.08
Publicado em 1947 A Peste é considerada uma alegoria à inumanidade. Contudo, tenho de confessar que este não entrou para a lista dos meus livros predilectos. Talvez não tenha percebido devidamente o livro, mas começou a tornar-se cansativo a partir de determinada (...)